A adevirp – associação dos deficientes visuais de ribeirão preto e região, é uma instituição da sociedade civil sem fins lucrativos.

A associação foi fundada em 27 de março de 1998 com o apoio da escola estadual prof. Cid de oliveira leite. A professora Marlene Taveira Cintra e alguns voluntários da comunidade, perceberam a necessidade da inclusão educacional e social das pessoas com deficiência visual.

À medida que o trabalho foi se expandindo, contamos com a ajuda de voluntários do banco do brasil e foi possível alugar uma casa durante 1 ano.

Com o aumento da demanda dos assistidos, alugamos outra casa na mesma rua orlândia, permanecendo durante sete anos.

Começava a realização de um grande sonho da professora Marlene Taveira Cintra, da escola parceira e voluntários engajados para o sucesso da proposta.

Desde o início, o foco de atenção da instituição foi o atendimento educacional especializado, social, profissional, esportivo e cultural, junto à crianças, jovens e adultos com deficiência visual. Sempre visando a inclusão como um todo, num trabalho centrado também na família, escola e comunidade.

Em 4 de março de 2006, através da intervenção do deputado estadual Rafael Silva, a adevirp recebe do governador do estado de são paulo exmo. Senhor Geraldo Alkimin, a cessão por tempo indeterminado do prédio da escola Raul Peixoto, desativada desde 2004. O decreto entrou em vigor no dia 17 de março de 2006.

Em 13 de dezembro de 2006, a adevirp muda sua sede para av. Leais paulistas, 706 e cria o centro de educação e reabilitação Louis Braille, desenvolvido através de ações de complementação e suplementação educacional, visando questões muito mais amplas, voltadas para a disseminação do conhecimento através das diversas formas de acessibilidade.

Como o prédio se encontrava desativado, destruído em sua parte elétrica, hidráulica, pisos e telhados, foi necessário uma grande restauração, feita graças à contribuição da sociedade civil e dos governos e ao empenho inexorável da fundadora professora Marlene Taveira Cintra.

Com o passar do tempo, foi construído o refeitório, a biblioteca hugo grecco, o estúdio de gravações, onde funciona a rádio web, a casa para atividades da vida diária, a quadra coberta com piso epox e adaptada para prática de esportes para os deficientes visuais e, recentemente, as salas para música, artes, terapia ocupacional, trilha sensorial e o playground, restando do prédio original apenas as paredes.

A adevirp dispõe de várias salas de aulas, oficinas e ambientes adaptados voltados para a capacitação e inclusão das pessoas com deficiência visual.

A concepção arquitetônica foi baseada nas necessidades específicas das pessoas com cegueira e baixa visão e estão de acordo com as normas de acessibilidade.

A instituição atende, atualmente, 200 deficientes visuais, do município de ribeirão preto, da região e sul de minas. Encontra-se localizada na av. Leais paulista, 706 – jardim irajá, funcionando de segunda a sexta-feira das 7: 30 às 17:00.

Missão

Contribuir para o desenvolvimento humano global e a inclusão educacional e social das pessoas com deficiência visual, através de ações, recursos e serviços com o objetivo de melhorar a qualidade de vida e a convivência sócio-familiar em parceria com as famílias, escolas, empresas e comunidade em geral.

Ser uma instituição de referência na área da deficiência visual com um trabalho de qualidade para seus usuários e colaboradores.

Web Rádio Adevirp

Bâner na horizontal da rádio adevirpi. O bâner apresenta imagens separadas em três partes. Á esquerda, sobre foto de mesa de som, os dizeres, rádio adevirpi, uma visão educativa. Ao centro, quatro fotos de educandos no estúdio da rádio. Á direita, em fundo branco, a logomarca da adevirpi